segunda-feira, janeiro 23, 2006

ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS 2006

Comentários

Destaque para a confirmação da esperada vitória de Cavaco Silva.
Admiração, e muita, para o excelente resultado de Manuel Alegre que sem qualquer máquina partidária e até lutando contra a máquina de Sócrates, obteve uns excelentes 20,72% dos votos.
Realce para a estrondosa, mas também já esperada, derrota de Soares. Fez uma campanha pela negativa, cheia de ódios e rancores, trauliteira e grosseira. Completamente cego e apenas rodeado de uma dúzia de acólitos dependentes.
Jerónimo manteve e até ultrapassou o que lhe era exigido. Tirando um ou outro exagero de linguagem pautou-se pelo civismo eleitoral democrático.
Louçã foi igual a si próprio. Com o já habitual discurso fluente (rápido e ligeiro sem tropeçar nas sílabas), cheio de adjectivos completamente vazio de conteúdos, fez a campanha que se esperava dele. Perdeu votos, porque à medida que se vai alongando, as pessoas percebem que aquilo são apenas fogos de artífício.
Garcia não podia fazer mais do que aquilo que fez. Não tem perfil nem discurso para estas andanças. É apenas insistente e resistente.

Os brancos e nulos não contam para o apuramento e este facto (ignorância minha) estragou as minhas previsões.

Sócrates (este senhor também entra nos comentários) foi igual a si próprio:
teimoso, cego, surdo, palavroso, auto-convencido, fechado sobre si próprio.
Está cada vez mais isolado tanto no PS e como no Governo.
Aquele Conselho de Ministros é o eco da própria voz.
Os pesos pesados do PS estão cada vez mais afastados do homem que, com as falsas promessas, ganhou a maioria absoluta.
Na noite das eleições, falou sobre a voz e imagem de Manuel Alegre. Atitude absolutamente inqualificável a somar a outras de vingança e mau feitio.

Obs. Estou sem palavras perante os vossos apoios e muito sensibilizado pelas palavras que me vão deixando. Mas a verdade é que criei este blog por uma razão de cidadania. Era preciso mais uma voz para protestar contra a entronização do candidato do PS e mostrar o grande descontentamento pelas políticas socratianas.
A meu ver, com a eleição de Cavaco Silva, o meu blog esgotou-se.

ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS 2006

Resultados finais

1 - Cavaco Silva - ........50,6
2 - Manuel Alegre - ....20,7
3 - Mário Soares - ......14,3
4 - Jerónimo Sousa - ...8,5
5 - Francisco Louçã - ..5,3
6 - Garcia Pereira - ......0,4

Brancos e nulos - .......... 1,8

sábado, janeiro 21, 2006

Ab Finitus


Prezados amigo(as)s, conhecidos e visitantes:
O Marreko prepara-se para arribar.
A fase de protesto contra as politicas "socratianas" e a candidatura de um velho "Ouvidor" está a chegar ao final.
Não saio sem antes deixar aqui a minha admiração por Manuel Alegre que fez uma campanha digna de um Presidente da República.
E deixar um sorriso amigo para cada um de vós que teve a pachorra de passar, aqui ,pelo meu ninho e deixar uma palavrinha.
Um quá... quá cheio de ternura para cada um de vós.
Até sempre e todas as VENTURAS para cada um(a) de vós

O Patinho prepara-se para levantar voo e arribar a novas paragens

sexta-feira, janeiro 20, 2006

Há muita maneira de matar pulgas

Estado embolsa mais 210 milhões.
O povo com mais estes 3 cêntimos de aumento na gasolina e com o consequente aumento generalizado dos transportes e mercadorias transportadas vai desembolsar mais de 420 milhões.
Fazendo as contas por alto, a inflação do próximo ano vai subir para 4% a 5%
Já ninguém acredita nas contas do Vitinho.
Só este ano, vamos perder, no mínimo, 2,5 a 3 % do poder de compra.
Estas são as MANIGÂNCIAS socialistas.
É o sétimo ano consecutivo que a classe média perde poder de compra.
No dia 22, o resultado eleitoral também vai ser uma resposta às políticas destes socialistas, de quem os apoia e do seu candidato.
É bom não esquecer que esta desgraça começou com os governos despesistas de Guterres.

quinta-feira, janeiro 19, 2006

O Caga-Milhões volta a atacar

Os aumentos salários dos trabalhadores da função pública ficam abaixo da inflação.
O poder de compra volta a diminuir.
Por isso este desabafo.
A injustiça custa.
Muitos de nós, funcionários públicos, demos o melhor ao nosso país. Fizemos por cumprir e por merecer o nosso ganha pão.
Trabalhámos com gosto e muitíssimas vezes fora das horas de serviço.
Fizemos muitos serões em casa a planear e programar as nossas, e as tarefas, de serviço.
Há dinheiro para a Ota, o TGV, o luxo da frota automóvel e dos ordenados principescos de gestores públicos, e, agora ainda se anuncia o investimento de mais de mil milhões de euros, sabe-se lá para quê e porquê . Ver por aqui
Depois numa política social miserabilista vem-se dizer que, para quem trabalha, não se pode passar do aumento de 1,5 % , muito abaixo da taxa de inflação.
Revolta e por isso o número de arrependidos aumenta

quarta-feira, janeiro 18, 2006

NOVO "PORTA-VOZ" DO GOVERNO

- Posso garantir-vos que os estaleiros não vão ser privatizados.
MS leva a boa notícia para os estaleiros de Viana do Castelo depois de ter telefonado ou de ter recebido um telefonema(1) do Ministro que está na China.
A não ser a candura do PM, nada de novo aconteceu.
Este papel (moço de recados) foi o que Sócrates lhe reservou com o objectivo de o desclassificar
................
E tem razão, já que Soares continua a não acertar uma.
Ora vejamos.
Perante um protesto mais vivo de um estivador(?) nos estaleiros de Viana do Castelo, Mário Soares foi perentório a catalogá-lo:
- Você é cavaquista, já se vê!
- Não. Sou um comunista incorregível, --retorquiu o visado.
.................
O Primeiro Ministro jantou com Mário Soares em Viana.
Claro, amanhã virá dizer que foi o Secretário Geral e se necessário for, dirá que foi o cidadão José de Sousa.
Nem todos os cidadãos têm este privilégio: o de assumirem a identidade que mais lhes convém de acordo com a hora e o local.

(1) Primeiro, disse que telefonou ao ministro para a China, posteriormente, disse que foi o ministro que lhe telefonou.
Grandes barracas.
PS - O caso EuroMinas nunca existiu.

terça-feira, janeiro 17, 2006

Portugal - Eleições 06

É VERDADE SÓ JÁ FALTAM 6 DIAS

Ordem de chegada

1 - Cavaco ........ 51 pontos

2 - Alegre .........19 pontos

3 - Soares ........15 pontos

4 - Jerónimo ....6 pontos

5 - Louçã ..........5 pontos

6 - Garcia ..........0,4 pontos

Brancos e nulos .3,6 pontos

Espero os vossos palpites. Vamos ver qual o marrequinho(a) que mais se aproxima

segunda-feira, janeiro 16, 2006

Chaia uma chalada para a meja chete

É verdade só faltam 7 dias.
E para a meja chete chaiu a xalacha do chenhor Augusto Xantos Xilva.
Eis a pérola xervida por Xantos Xilva (Ministro dos Assuntos Parlamentares):
“Não é uma tentativa de fazer o que seria um verdadeiro golpe de Estado Constitucional
Ora, nem mais.
Agora, a escolha dos eleitores, neste crâneo privilegiado, é um golpe de estado constitucional.
Estes galifões alteram, todos os dias, o menu.
Será da gripe?
O "filósofo" diz que não fala nos outros candidatos porque MS é excelente.
Os espirras canivetes: Coelho e Xilva, à falta de argumentos, continuam a atacar Cavaco.
Vá lá que ao menos Soares deixou (vai em 2 dias) de falar nele, (a música agora é outra) mas deve ser sol de pouca dura.
É da sua natureza, a inconstância.

domingo, janeiro 15, 2006

Só já faltam 8 dias

Para todos voltarmos a ser Felizes, isto é, quando:
OS SÓCRATES, FOREM APENAS FILÓSOFOS
OS ALEGRES, APENAS CRIANÇAS
OS CAVACOS, APENAS INSTRUMENTOS MUSICAIS
OS JERÓNIMOS APENAS ÍNDIOS
OS LOUÇÃS, APENAS PREGADORES
OS GARCIAS, APENAS PINTA PAREDES
E
OS SO ARES, APENAS GASES

até lá, Paciência

sexta-feira, janeiro 13, 2006

OS EMPLASTROS


Até vós me abandonasteis?
É uma coisa inaceitável e impossível. Ainda por cima vocês são do Partido Socialista, um dos grandes do Partido Socialista Europeu, imaginem lá como é que eles se devem entender com os colegas do parlamento a dizer dessas coisas no plano interno.
É feio... e não é bonito.
Para rever e ouvir vá por aqui

quinta-feira, janeiro 12, 2006

Sabedoria Popular

A propósito do comentário no post anterior de "Mocho" aqui vão mais provérbios.
Vamos ver quem contribui para a lista.

Em Janeiro sobe ao outeiro; se vires Alegre, põe-te a cantar, se vires Soares, põe-te a chorar.
Soares a rir em Janeiro, é sinal de pouco dinheiro.
Quem anda à chuva molha-se; quem vota em Soares lixa-se.
Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão, parvo que vota em Soares, tem cem anos de aflição.
Gaivotas em terra temporal no mar, Jerónimo em Belém, o povinho a penar.
Há mar e mar, há ir e voltar, vota Louçã quem se quer afogar.
Março, marçagão, manhã de Inverno tarde de Verão, Soares, Soarão, manhã de Inverno tarde de inferno.
Antes só que mal acompanhado, ou com Alegre ao lado.
Com Jerónimo e bolos se enganam os tolos.
Não há regra sem excepção, nem Louçã sem confusão.
Ande o Cavaco lá por onde andar, em Janeiro há-de chegar.
Antes quero Cavaco que me leve, que Soares que me derrube.
Ao Loução, dão-lhe o pé e toma a mão.
O amor de um Jerónimo, não dura mais que uma hora.
A ver vamos, dizia o Garcia e cada dia via menos.
Jerónimo apregoa o vinho e vende vinagre.
Não suba o Garcia Pereira acima da sua chinela.
Não há Cavaco sem senão, nem feia sem sua graça.

quarta-feira, janeiro 11, 2006

Segurança Social

"Por este andar, daqui a dez anos não haverá dinheiro para pagar as reformas" Teixeira dos Santos
Vieira da Silva e Teixeira dos Santos têm razão.
Basta para tanto que eles e o "Teimoso" continuem à frente do governo.
Quando Manuela F. Leite e Bagão Félix cancelaram os aumentos da função pública, preconizaram a reformulação da idade da reforma e da atribuição do rendimento mínimo, estes senhores disseram que tudo isso era fruto das anti-sociais políticas neo-liberais.
E Sócrates ganhou eleições com base nas promessa das políticas socialistas.
Afinal, como é que é?
Têm dinheiro para obras faraónicas e para pagar indminizações a trabalhadores despedidos e substituídos por outros com cartão PS e não arranjam patacas para pagar reformas?
No entanto este governo tem um mérito:
Unir os protugueses contra as políticas socratianas.
Até a Polícia Judiciária... vai entrar em greves e protestos.
Ao estado que isto chegou!

terça-feira, janeiro 10, 2006

Alegre opta por segurança privada

Pois, é!
Já nem Alegre confia.
Sabe do que fala mas mesmo assim não diz tudo
Ver aqui

segunda-feira, janeiro 09, 2006

Ri-te... ri-te...

Conhecem estes senhores?
Porque riem às gargalhadas?
Um, percebe-se, teve maioria para a Câmara.
Mas o outro, Senhor, porque se ri?
Esta união dá-me mais uma razão para saber em quem não votar.

sábado, janeiro 07, 2006

Ainda as muletas


É sabido que Sócrates programa as coisas ao mm.
Nem precisa de se justificar para não entrar na campanha do "ouvidor".
As duas canadianas (belíssimas e platinadas -como disse Nadir no post anterior) são por demais evidentes para ele acrescentar qualquer outra indisponibilidade.
Passa o encargo para o "espirra canivetes" (1) que com a sua voz de truão ainda mais enterra o velhinho e enaltece ALEGREmente o poeta.

(1) Jorge Coelho

sexta-feira, janeiro 06, 2006

Ainda a Queda


"Segundo noticia hoje o Correio da Manhã (02.01.06), o cidadão (porque foi nessa qualidade que foi esquiar para a Suiça) Sr. José Sócrates Carvalho Pinto Sousa, logo imediatamente quando chegou a Lisboa na sexta-feira passada fez uma ressonância magnética e foi submetido a uma artroscopia no Hospital da Força Aérea.
A operação foi executada pelo dr. Henrique Jones, militar e médico da selecção nacional de futebol.
Segundo os dados conhecidos, não consta que o cidadão em causa tenha apresentado o seu cartão da ADSE, tenha marcado consulta e ficado a aguardar por uma data na agenda do médico, que tenha ido às seis da manhã para a fila de espera, nem outrossim que seja militar de carreira ou na reserva, aviador ou paraquedista (embora tenha tendência para muitas quedas, inclusive de respeito) para ter o privilégio de ser imediatamente consultado, operado e assistido no Hospital da Força Aérea, necessariamente com a alegre comparticipação de todos os cidadãos contribuintes portugueses.
Está assim provado, como o mesmo em alto e bom som afirmou, que este cidadão tem precisamente os mesmos direitos na assistência na saúde que os Magistrados Judiciais e do Ministério Público e dos Oficiais de Justiça..., razão por que todos eles vão passar a marcar consultas instantâneas, operações imediatas e assistências permanentes no Hospital da Força Aérea, face ao princípio constitucional da igualdade.
"Pilhado daqui em 05.01.06

para ler mais continuar por aqui e aqui sem esquecer os comentários

quinta-feira, janeiro 05, 2006

Programa de Estabilidade e Crescimento Económico


Os socialistas vieram recordar as chamadas trapalhadas e manigâncias do tempo de Ferro Rodrigues.
Por quê?
Esta foi a almofada socialista para para darem a conhecer as estimativas do Programa de Estabilidade e Crescimento.
E por quê, hoje?
É que o arauto do Banco de Portugal ia divulgar os dados do PIB, 0,8 % para este ano (1,3% em Junho), revisão em baixa como habitualmente.
Lá para Março, a múmia do BP irá, mais uma vez, corrigir em baixa este número.
O governo das manigâncias não percebia nada disto, este é que percebe e revela grande rigor nas contas. Até chega ao pormenor das centésimas.
O BP também prevê a subida dos juros para 3,5%. Na próxima revisão -em baixa, como habitualmente- lá estaremos nos 4%.
A poupança também continua a baixar de 9,9 para 9% do rendimento disponível.
E os preços? Os preços naturalmente vão continuar a subir.
Assim nos habituaram estes rigorosos administradores.
Numa coisa acertam eles: nos chorudos ordenados.
Só o governador leva para casa 272 628 euros (14 meses/ano).
"Ninguém é capaz de me fazer compreender a filosofia destes privilégios", exclamava, ainda há bem pouco tempo, José Sócrates!
O mesmo que apostou em acabar com a classe média.
Em 2008 atingirá o objectivo: Ricos para um lado, Pobres para outro.
Para quem prometeu fazer correr o leite e o mel no reino não está nada mal.
Quem está mal somos nós.

quarta-feira, janeiro 04, 2006

O Cavaleiro da Triste Figura

"...eu até fiz um elogio ao Pinto Balsemão..."
"... há falta de isenção..."
"Os grupos de comunicação social – não direi todos – meteram na cabeça deles que deveriam apoiar Cavaco Silva. E isso foi combinado"
"... não ataco os jornalistas, mas grande parte deles vêm com perguntas feitas, normalmente parvas..."
Instado a apresentar um facto concreto, Soares disse:
"Porque vejo os noticiários e vejo o que dizem e mostram".
Com mimos destes ninguém se poderá admirar que a campanha de Soares seja, pelo contrário, a mais mediatizada e a mais badalada embora completamente inócua.
Quem não tem ideias faz queixinhas.

terça-feira, janeiro 03, 2006

PRÓ ACTIVO

Soares não sabe o que quer.
Uns dias quer ser "ouvidor", já não gosta das "presidenciais abertas com pompa e circunstãncia", prefere "presidenciais de proximidade", e "encontros periódicos com partidos políticos", outros dias opta pelas "jornadas para o futuro", isto quando não vai para "as vigilâncias especiais e apertadas", e agora quer ser "Pró Activo".
Nunca se atrapalha com os disparates.
Quer reduzir o colestrol da gente, substituindo-se à Becel.
Não sabe o que quer, mas julga saber que Cavaco Silva "uma figura distante, passiva, majestática..." se quer instalar em Belém.
Ah! Ah! Ah!
D. Mário II, na ânsia de se entronizar em III, perde a noção das coisas.
Diz "ninguém tem soluções milagrosas" mas, a ele, mezinhas não lhe faltam.
Soares é o Dias da Cunha da política... desfere ataques em todos os sentidos qual D. Quixote del Campus Grandis, senhor del Vau y Nanfarrus y llega, porrium.

segunda-feira, janeiro 02, 2006

Passagem de Ano *** Contrastes

Garcia Pereira fez a Passagem de Ano ao lado dos que trabalham no INEM.
Conheceu, ouviu, acompanhou e solidarizou-se
com os homens que, em noite de folia dos outros, passam a noite a responder a urgências. Uma noite de muito trabalho. Garcia Pereira não se esqueceu de falar nos operadores que estão, há mais de 15 anos, a recibos verdes por 600€ por mês.

Soares, pelo contrário, foi até ao arraial na Nazaré para a folia.
Cantou, bailou, riu e bebeu.
"Estão aqui milhares de pessoas e eu venho aqui desejar um bom ano ao povo da Nazaré e confraternizar com as peixeiras e com os pescadores. Parece-me que isso é simbólico e é importante" disse o "pipular" candidato.

A vida custa tanto para uns e tão pouco para outros!!!

A Patinha Marreka