quarta-feira, novembro 30, 2005

Lucidez aos 81

Mário Soares considera que as críticas aos políticos e aos partidos "têm uma raiz vincadamente de Direita", lamentando que "se faça campanha contra eles".

Conclusão 1 - Portanto MS é de direita. Ninguém critica mais o CDS, o PSD que ele. O PC é, para ele, desde 75 o pião das nicas. Do Bloco nem vale a pena falar.

"Isso de se atirar tudo para cima dos políticos não é justo, nem realista, nem verdadeiro", defendeu o candidato apoiado pelo PS, numa sessão na Faculdade de Direito de Lisboa.
Conclusão 2 - MS atira todas as culpas da nossa desgraça para o PSD e Cavaco. Sabemos agora que isso é injusto, falso e mentiroso.

Depois de admitir que ficará satisfeito se vencer as eleições, o ex-presidente da República garantiu que não irá "dizer mal da democracia" se isso não acontecer. "Tenho de me subordinar aos resultados, desejar boa sorte àquele que ganhou e tenho depois o dever de colaborar com ele", reforçou.

Conclusão 3 - MS disse concorrer para Cavaco não se passear pela Avenida. Face à tragédia da sua candidatura começa a passar a mão pelo lombinho do adversário e o mais provável é desistir a favor de Manuel Alegre..

PS - O velhinho deve ter levado grande puxão de orelhas para mudar o discurso 180º. Mas que ninguém se admire, se dentro de uma semana dar nova volta para os 360º.
Isto é vira o disco e toca o mesmo.
Ainda não perdi a esperança de ver esta ave com o hábito de Santo António numa qualquer procissão de Lisboa

segunda-feira, novembro 28, 2005

Fora do Prazo de Validade


Depois dos ataques provocatórios a Cavaco e Manuel Alegre, Soares, vai mudar de estratégia.
Brilhante!
O staf do velhinho apercebeu-se que o insulto nao dava resultado.
Não há dúvida que a intuição política de Soares está fora do prazo de validade, e há muito.
O seu porta-voz perdeu o pio!
E até o próprio mandatário nacional perdeu o empenho!
Vamos entrar numa nova etapa de blá... blá... blá...

sábado, novembro 26, 2005

BOM FIM DE SEMANA

A beleza da bailarina

e a força do bailarino
fazem a harmonia do ser humano

sexta-feira, novembro 25, 2005

25 NOVEMBRO 75

Entre o 25 de Abril e o 25 de Novembro Portugal, viveu um período de episódios completamente loucos, perigosos e muitas vezes verdadeiramente anedóticos.
Em jogo estavam 2 modelos de sociedade: uma de matriz europeia e outra de matriz totalitária.
De um lado gonçalvistas, otelistas e comunistas;
do outro moderados. "O Grupo dos Nove": Eanes, Tomé Pinto, Jaime Neves, Pires Veloso, Melo Antunes, Vasco Lourenço, ...
Os paraquedistas (forças pró-soviéticas) tomaram a Base de Comando Aéreo de Monsanto, e as bases de Tancos, Montereal e Montijo.
Na rectaguarda tinham o apoio do Ralis, EPAM e Regimento da Polícia Militar.
Perante a saída das forças golpistas a aviação deslocou os aviões para Cortegaça,
Ramalho Eanes comandou as operações dos moderados; o brigadeiro Pires Veloso controlou o Norte e os comandos de Jaime Neves atacaram os golpistas.
Dois briosos militares das forças moderadas foram cobardemente mortos pelas costas: tenente José Coimbra, aspirante José Ascenso.
Dois dias depois os golpistas estavam dominados e dava-se o primeiro passo no caminho do regime democrático.
Por isso, hoje, bem posso proclamar:
25 de Novembro sempre.

(Para uma ideia mais alargada do 25 Novembro seguir por aqui)

quinta-feira, novembro 24, 2005

Ninguém nos ganha aos matraquilhos

Por aqui ninguém mente.
Todo o mundo fala verdade aberta-mente.
Alguns exemplos sumaria-mente:

Louçã, compulsiva-mente;
Jerónimo, permanente-mente;
Alegre, lírica-mente;
Soares, senil-mente;
Cavaco, oportuna-mente;
Sócrates, convicta-mente.

Vice-versa

Eu minto
Tu mentes
Nós mentimos

Eu desminto
Tu desmentes
Nós desmentimos

Como é que vamos conviver com isto?

terça-feira, novembro 22, 2005

Aleluia


O candidato do PS, a propósito do aeroporto da Ota, disse ao Diário de Notícias: "Não conheço os relatórios e este é um caso em que é preciso estudar bem os dossiers. Tenho dúvidas."
Aleluia, Soares sabe o que é um dossier e que precisa de estudar. Duas coisas que nunca soube fazer na vida. Espero que cumpra o que diz e nos deixe em paz por uns dias para estudar o dossier a fim de pudermos saber a douta opinião do candidato. Aconselho a nada perguntar ao ilustre filho porque senão sai borrada e o chefe retira-lhe o apoio. Confirme seguindo por aqui

Foi o que se pôde arranjar

Primeira escolha - Guterres
Segunda escolha - Vitorino
(*)
Quarta escolha - Jaime Gama
Quinta escolha - Alegre (exitou)
Sexta escolha - Soares (**)
____________________
(*) - Aqui aparece nos bastidores Freitas do Amaral a chegar-se à frente e a levar com os pés. Roma não paga a traidores
(**) - Aqui a vaidade de Soares expõe-o a ridículo com a desculpa de não querer que Cavaco passeasse pela Avenida!!!. O ódio e o recalcamente do octagenário vem do tempo em que ambos se encontravam às quintas-feiras e a sua mediocridade vinha ao de cima, pois Soares não dominava qualquer dos dossiers apresentados. Já nessa altura, e por detrás, fazia chicane tornando-se , no 2º mandato, o leader da oposição do seu próprio governo!!!

segunda-feira, novembro 21, 2005

Bem prega Frei Tomás

Este post fica a aguardar melhor prova

domingo, novembro 20, 2005

Trapalhão

Mário Soares, garantiu, hoje, em Castelo Branco que apenas se candidata a um único mandato!!! É preciso ter lata.
Por aqui vemos o nível deste candidato!
O povo costuma dizer: com papas e bolos se enganam os tolos.
Mas neste caso ele é que anda à procura de lã e vai sair tosquiado.

sábado, novembro 19, 2005

Bom fim de semana

Ao contrário do que alguns poderão pensar este blog procura ser transparente e de espírito aberto.
A prova está aqui, nos desejos de um bom fim de semana para todos(as)

sexta-feira, novembro 18, 2005

Pede-se mais pudor

430 mil desempregados, o maior índice de desemprego dos últimos 7 anos.
O ministro Vieira da Silva posto perante estes números e as promessas eleitorais balbuciou que dentro de 2 meses vai chamar os jovens licenciados para terem acesso... a uma mão cheia de nada, como até aqui.


Crescimento económico 0% - Informação do Banco de Portugal

O ministro diz que a notícia é boa ou má conforme o ponto de vista, pois 0%, sempre é melhor que entrarmos em recessão. E comparou-a ao bêbado pessimista e ao bêbado optimista que perante uma garrafa de vinho proclama:

-- A garrafa está meia vazia -- diz o bêbado pessimista

-- A garrafa está meia cheia -- diz o bêbado optimista

Pelos vistos o ministro identifica-se melhor com este último.
Também não há dúvida, este governo é o pior dos últimos 7 anos.

O loirinho mente ou será apenas ignorância?

Sempre foi assim.
Tem que segurar a cabeça com o braço e fechar a boca caso contrário dali só saem disparates.
Para confirmar a leviandade, ou a ignorância, ou o despudor das afirmações do loirinho siga por aqui.
As diopetrias do loirinho estão a aumentar. Precisar de mudar de lentes. No entanto duvido que consiga consulta nos Capuchinhos.
Para saber mais siga por aqui

quinta-feira, novembro 17, 2005

15 dias depois

Continua tudo na mesma

Cavaco - Determinado no caminho
Alegre - A falar para o vento que passa
Soares - O mesmo fala barato de sempre, com um discurso provocador
Jerónimo - A lutar contra moinhos de vento
Louçã - A pregar aos peixinhos
O Governo - Determinado em empurrar os cidadãos para a miséria.

?Desaparecido em combate?

Nada disso.
Apenas 15 dias para saborear o ar puro das montanhas e retemperar energias para o trabalho duro que se aproxima.
Lá longe, no cume das terras altas, apreciamos melhor o horizonte e as palavras dos amigos nautas que comigo querem partilhar os rumos dos seus desejos e pensamentos.
Uns(Umas) mais poéticas; outros(as) mais filosóficos; outros(as) ainda mais sentimentais;
mas o mesmo denominador:
a amizade cibernética.

quarta-feira, novembro 02, 2005

O VOO DO MARRECO

O marrequinho vai voar para outras paragens por 10 dias.
Assim não estranhem a minha ausência!!!

As aves de arribação são assim mesmo. Não podem estar paradas por muito tempo!!!

Fiquem em boa companhia que eu vou fazer os possíveis para não apanhar a maldita gripe de meus parentes de capoeira .

A Patinha Marreka